Editorial

Oração: o refúgio da alma

É necessário termos uma vida de oração?
Não é necessário, é imprescindível para uma vida de Comunhão com Deus. A Bíblia diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma.
Em tudo, porém sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições pela oração e pela súplica com ações de graças.” (Fp 4:6)
Como não andarmos ansiosos, em tempos tão difíceis, de tantas incertezas e tantas dificuldades que muitos de nós enfrentamos hoje?
Orando sem cessar!(1Ts 5:17) “A oração é um diálogo do homem com Deus, sendo que devemos estar sempre atentos à resposta dEle, que vem através de nosso espírito ou através das circunstâncias exteriores. É através da oração que nós colocamos nossas ansiedades nas mãos de Deus, crendo que Ele é poderoso para nos dar paz interior e estratégias para tomar decisões e resolver nossos problemas da melhor maneira possível para nosso crescimento espiritual, intelectual e emocional. É com esse momento de oração onde o crente aprofunda sua comunhão com Deus e ambos conversam numa linguagem que tem como intérprete o Espírito Santo”. (Baseado no livro O maravilhoso Poder da Oração)

Toda oração deve ser baseada em nossa compreensão de Deus e de nossa experiência com Ele. Contudo Deus é misericordioso, embora Ele faça o que deseja fazer; o Eterno sabe como nos responder, pois no fundo, ninguém sabe como orar.
Veja o que o apostolo Paulo diz: “pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis”.
E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.” (Rom 8:26,27)

E se cremos que Deus pode atender as nossas orações devido a Sua misericórdia, então devemos orar; entretanto, temos que ter um coração pronto para aceitar o que Ele determinar.
“Entrega o teu caminho ao Senhor. Confia Nele, e o mais Ele fará”(Sl 37.5)
ORAR é confiar, ORAR é depender de Deus.
O convite é para você! Venha orar conosco às quintas feiras!

+