Voluntariado

recanto

A Associação “Recanto da Vovó” de Assistência Social foi fundada em 20 de setembro de 1972 por Leonor Kaupa que após vários anos de serviços voluntários prestados a diversas entidades filantrópicas, notou que pouco se fazia para idosos e, juntamente com um grupo de voluntários, fundou essa instituição que atende a senhoras carentes.

Iniciaram com uma casa alugada na Av. Jabaquara em 1884, com 5 vovós, mas em pouco tempo e com pouco espaço o Recanto já atendia 26 senhoras. É uma entidade beneficente sem fins lucrativos que desde a sua fundação já abrigou mais de 350 idosos. A assistência é total prestada por voluntários.

A Leonor Kaupa faleceu em fevereiro de 1983 e desde então o mesmo grupo fundador continua nesse trabalho até os dias de hoje.

O nosso voluntariado iniciou com um pequeno grupo da nossa igreja, que se reúne quinzenalmente, às terças-feiras das 13hr às 15hr e, que se propôs, inicialmente, desenvolver uma atividade com as vovós, relacionada com artesanato. Levamos pintura com gauche, colagem, cestinhas personalizadas, enfim , tentamos várias técnicas para distraí-las o máximo possível.

Comemoramos, ao final de dois meses os aniversariantes daqueles meses, levando bolo, refrigerante …enfeitamos o refeitório com bolas e notamos que elas curtem bastante.

No final do ano, fizemos uma comemoração bem simples de Natal, com um pequeno mimo para cada uma delas.

Hoje, depois de conhecê-las um pouquinho melhor e constatar que muito poucas, aproveitavam as atividades com o artesanato, por muito comprometimento de saúde, surgiu a idéia de prestarmos serviços a elas fazendo manicure e o resultado foi como dar doce à criança, elas adoraram, despertou a vaidade de um tempo que, provavelmente, é bom lembrar.

Enfim, o que queremos passar para vocês, é que essa experiência nos tem enriquecido muito e tornou-se um aprendizado constante. Não é fácil, enfrentarmos os obstáculos que, invariavelmente, se colocam à nossa frente bem nos dias que nos propusemos a nos doar. São as demandas do lar, o marido que precisa da nossa ajuda, o filho que ficou doente, a mãe que não passou muito bem na noite anterior, o neto que temos que buscar em algum lugar, a secretária do lar que faltou…enfim, tudo conspira para que deixemos o compromisso em segundo plano.

Sem contar com o nosso lado emocional também bastante difícil de trabalhar. A maioria das histórias ali não são como nos contos de fadas e a realidade de cada uma delas inspira sempre muita compaixão.

Ao longo dessa nossa trajetória, nos apegamos, vivemos, nos entristecemos, choramos, mas o conforto da alma quando olhamos para aqueles olhinhos brilhantes que nos contemplam como queridas e, às vezes até, como o único abraço e carinho recebido… esse é a bênção maior que levamos dali. Nada pode nos deter diante de tanta carência. Não pode haver experiência mais gratificante!!

É tão pouco que temos feito, duas horinhas apenas que passamos com as “nossas vovós”, porque assim que já as chamamos, mas tão grande e enriquecedor é o nosso aprendizado.

Convidamos todas que sentirem no coração para que juntas possamos nos apoiar umas às outras, e todas em Jesus, a participar do nosso grupo que se reúne às terças-feiras, quinzenalmente, das 13 às 15hr, conforme cartãozinho que será distribuído.

“em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes…” (Mateus 25:40).

Informações com Vera (11) 9.8888-8182
Ponto de encontro no AÇAÍ