O PIOR CARNAVAL DA SUA VIDA

Como é viver o Carnaval como um jovem? Talvez alguns de nós nem nos recordemos direito, mas é uma época agitada nessa fase. Festas, churrascos, bloquinhos, Anhembi, ou só um feriado prolongado de 3 dias…. As ofertas não terminam.

Provavelmente, na lista de coisas a fazer, uma das últimas opções está ali no cantinho da nossa mente, seja pelo convite de um amigo ou o estímulo dos pais: acampamento da igreja. Eu ainda me lembro de como eu respondia a esses pensamentos. “Um monte de gente hipócrita e sem graça fazendo gincanas”.  Queria aproveitar esse espaço para compartilhar o pior carnaval da minha vida. Na véspera dele, gente que eu mal conhecia ficava me ligando quase todos os dias: “vamos no acampamento! ”. Minha mãe, sentada na mesa em uma conversa no almoço ou ajoelhada a noite no quarto, insistia: “vai no acampamento! ”. Eu, arredio, queria mais é saber de ir para os churrascos dos meus amigos.

Jesus disse que “ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o atrair” (João 6.44a). Nem eu sei muito bem o que Ele fez para atrair na noite de 02 de abril de 2010, quando disse “sim” a mais um dos chamados insistentes da minha mãe. Correria, mala feita em cima da hora (toalha esquecida), e lá estávamos correndo para a igreja, sem um tostão no bolso. Chegando lá, fui colocado para dentro do ônibus (não usem isso como desculpa, eu paguei depois!) com uma única certeza: “vai ser o pior carnaval de todos”.
8 anos depois, casado, servindo a Deus em mais um acampamento, lembro do chamado que Deus me fez na noite do sábado da Páscoa de 2010, como fez para seus discípulos Simão e André: “Siga-me, e eu o farei pescador de homens” (Mt 4.19b). E tem feito, do jeito dEle.

Esse é o chamado de Deus para o seu filho, neto ou sobrinho; para o filho do seu amigo, para o jovem que mora no seu condomínio. Esse é o chamado de Deus para você: pescar esse jovem para que o evangelho de Jesus Cristo, morto na cruz e ressuscitado ao terceiro dia, transforme a vida dele.

Não feche os olhos ao espírito do seu jovem. Não existe investimento maior do que a oportunidade dada a ele de ter seu coração transformado pelo poder de Deus em Jesus. Porque “de que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mc 8.36). Então vem com a gente, levar mais jovens para viverem o pior carnaval de suas vidas!

Gabriel Bolorini